23.1.16

Hamburgueres de tofu, curgete e cenoura

Cozinhar pode ter tanto de terapêutico como de frustrante. Não há dois dias iguais e o resultado das horas passadas na cozinha depende muito do nosso estado de espírito.
Predispormo-nos a testar uma receita pela primeira vez, num momento em que estamos com mil e uma coisas na cabeça - trabalho, contas para pagar ou outros assuntos para resolver - é meio caminho andado para não nos sentirmos particularmente inspirados. Eu já devia saber isso... É muito provável que, o que quer que estejamos a fazer, não corra especialmente bem e a tendência para complicar surge sempre nestes dias.

Ontem ao fim tarde, andava à procura de uma receita que rendesse duas refeições [jantar e almoço de hoje] e lembrei-me destes hamburgueres de tofu, curgete e cenoura que já andava para experimentar há algum tempo. Como tinha todos os ingredientes necessários, decidi avançar.

Começo por vos mostrar a receita. Desta vez não vou ajudar com adaptações à bimby nem com o peso dos ingredientes descriminado em gramas, uma vez que a minha experiência só correu bem à terceira tentativa. Recomendo antes que sigam a receita original.


HAMBURGUERES DE TOFU, CURGETE E CENOURA
[Receita do blog Love with knives]

Acompanhei com fusilli biológico do ALDI

Ingredientes:
- 200g tofu
- Azeite
- 1 dente de alho
- 1 cebola
- 1 curguete
- 1 cenoura
- 2 ovos
- Cebolinho (opcional)
- Pão ralado (equivalente a 4 tostas integrais) - usei pão ralado aromatizado com alho e coentros
- Sal e pimenta

Preparação:
1. Descascar e picar o alho assim como a cebola. Refogar em azeite. Retirar e reservar. 
2. Lavar a curgete e a cenoura, retirar as extremidades e ralar para um recipiente. 
3. Escorrer o tofu e ralar para o mesmo recipiente dos legumes. 
4. Juntar o cebolinho a esta mistura bem como os ovos batidos e o refogado. Temperar com sal e pimenta.
5. Saltear em lume brando wok ou frigideira grande (adicionar mais um pouco de azeite, se necessário).
6. Desfazer as tostas (ou usar o pão ralado se o tiver) e envolver no preparado. 
7. Moldar em forma de hamburgueres. Fritar ligeiramente em azeite até dourar. 
8. Levar ao forno cerca de 10 minutos a 180º para dar consistência ao interior dos hamburgueres.



A minha experiência...

Primeiro erro: não segui exactamente a receita. Piquei a cebola e o alho na bimby, fiz o refogado e, como não me apetecia sujar mais loiça, em vez de saltear na wok, continuei a cozinhar na bimby até à parte de juntar o pão ralado. O efeito pretendido não foi o mesmo da receita original.

Segundo (possível) erro: a lista de ingredientes pede apenas uma cenoura e uma curgete, não especificando pesos. Basta ter usado legumes um pouco maiores para o resultado já não ser o mesmo.

Problema: Os ingredientes não uniram bem e, nas primeiras duas tentativas, os hamburgueres desfizeram-se completamente! Mal conseguia colocá-los na frigideira, quanto mais virar. Comecei a ficar irritada e com vontade de atirar tudo pela janela... [sim, eu também tenho esses momentos!]. Até que decidi ser racional e percebi que seria um disparate dar-me por vencida. Aquilo não era um drama... O único problema era a mistura não estar suficientemente consistente ao ponto dos hamburgueres ficarem firmes.

Solução: mais um ovo e mais pão ralado. E à terceira os hamburgueres lá se aguentaram.


Lição do dia:


Sem comentários:

Enviar um comentário