11.11.15

Demolhar - sim ou não?

Demolhar alimentos é uma prática que nos é familiar, uma vez que as gerações anteriores à nossa já o faziam, mas na hora de preparar bebidas vegetais e pratos com frutos secos, leguminosas ou outras sementes, surgem as dúvidas: "Devemos demolhar? Porquê? E a água onde demolhamos, deve ser aproveitada?".
Na internet existe muita informação mas nem sempre com uma linguagem acessível. De forma a responder às dúvidas mais frequentes, sintetizei neste post todas as respostas.



Demolhar, sim ou não?
Sim, devemos demolhar sempre os alimentos como leguminosas secas, oleaginosas e cereais integrais.
Alguns exemplos: ervilhas, favas, feijão, grão, lentilhas, amêndoas, avelãs, aveia, arroz integral.


Porque devemos demolhar?
Nada na natureza acontece por acaso. Todas as sementes contêm defesas que as protegem das adversidades, seja sob a forma de casca rija, fitatos, ou antinutrientes (os dois últimos são substâncias que impedem que o nosso corpo assimile importantes nutrientes como o ferro, zinco, cálcio e outros sais minerais). Estas substâncias são libertadas pelos alimentos apenas quando estes começam a "crescer".
Por esse motivo, devemos preparar as sementes antes de as consumirmos, seja a crú ou cozinhadas. O processo é muito simples: demolhar em água filtrada de forma a "despertar" as sementes [processo de germinação], levando-as a libertar as tais substâncias indesejáveis ao nosso organismo. Desta forma, tiramos maior proveito das suas propriedades uma vez que assimilamos mais facilmente as proteínas, os minerais e as vitaminas.


Algumas vantagens de demolhar:
- Eliminar substâncias indesejáveis ao nosso organismo
- Melhorar a absorção de proteínas, minerais e vitaminas
- Melhor digestão dos alimentos
- Processo de cozedura mais rápido
- Diminuição de problemas digestivos
- Melhora o sabor dos alimentos


Como demolhar?
Coloque os alimentos num recipiente de vidro ou de cerâmica com o dobro da água.
Por exemplo: para uma chávena de arroz integral, coloque duas de água filtrada.

Como benefício adicional, poderá juntar na água das leguminosas uma tira de alga kombu ou uma rodela de gengibre fresco sem casca, pois apesar de serem excelentes fontes de proteínas e minerais, as leguminosas podem provocar uma fermentação que conduz aos gases intestinais. Tanto a alga kombu como o gengibre devem ser cozinhados juntamente com a leguminosa uma vez que auxiliam no processo digestivo.
Em alternativa, adicione à água uma substância ácida, como vinagre ou sumo de limão, pois aumenta a eficácia na altura de neutralizar o ácido fítico, proveniente dos fitatos.


Durante quanto tempo devo demolhar?
Todas as sementes têm o seu tempo de germinação que varia habitualmente entre 12 a 24 horas. Na dúvida, deixe de molho de um dia para o outro.


A água em que demolhamos deve ser aproveitada?
Não. A água deverá ser deitada fora, uma vez que contém toxinas, e as sementes novamente lavadas com água limpa.


E para pulverizar os grãos, também devo demolhar previamente?
Sim. Neste caso devemos demolhar os frutos secos e as sementes durante noite e colocá-los no forno no dia seguinte na temperatura mais baixa (ou no desidrator, se tiver) até ficarem novamente crocantes e tostados. Apenas quando se encontram completamente secos é que estão prontos para pulverizar.



AGRADECIMENTO:
À Isabel, com quem ainda tenho tanto para aprender!


Sem comentários:

Enviar um comentário