14.6.15

Bolo de iogurte

Algumas receitas do novo livro base da Bimby TM5 sofreram alterações em relação ao anterior. Uma delas foi a do bolo de iogurte. Apercebi-me disso pouco depois de ter a nova Bimby, no dia em que fiz a  receita a partir da chave de receitas.
Aqui em casa gostámos muito do resultado e, apesar das diferenças, o bolo fica igualmente bom, com a vantagem que este tem apenas 150g de açúcar em comparação com o anterior que tinha 400g.
O bolo de iogurte da TM5 é ligeiramente mais pequeno mas de aspecto fica igual ao da TM31. Deixo-vos as duas receitas para que possam comparar.

[Contrariamente ao que acontece com outras receitas, o bolo de iogurte do livro "ABC da Bimby" também pode ser feito na Bimby TM31.]


BOLO DE IOGURTE


 Receita do ABC da Bimby - TM5 

Ingredientes:
- Casca de 1 limão (só a parte amarela)
- 150g açúcar
- 3 ovos
- 200g farinha
- 1 iogurte natural
- 80g óleo
- 1 pitada de sal
- 1 c. chá de fermento em pó para bolos

Preparação:
1. Pré-aqueça o forno a 180º. Unte uma forma de coroa.
2. Coloque no copo a casca de limão e o açúcar e pulverize 10 seg/ vel. 10. Baixe com a ajuda da espátula o que ficou nas paredes do copo.
3. Adicione os ovos e bata 30 seg/ vel. 3
4. Adicione a farinha, o iogurte, o óleo e o sal e bata 1 min/ vel. 5
5. Adicione o fermento e misture 15 seg/ vel. 5. Deite na forma e leve ao forno a 180º cerca de 30 minutos. Deixe o bolo arrefecer na forma cerca de 10 minutos antes de desenformar. Sirva polvilhado com açúcar em pó.


 Livro Base - TM31 

Ingredientes:
- Casca de 1 limão (só a parte amarela)
- 5 ovos grandes
- 1 iogurte natural
- 110g óleo
- 400g açúcar
- 150g farinha
- 1 c. sopa de fermento em pó para bolos

Preparação:
1. Pré-aqueça o forno a 180º
2. Coloque no copo a casca do limão e rale 15 seg/ vel. 9
3. Coloque todos os ingredientes no copo, excepto a farinha e o fermento e misture 5 min/ vel. 4
4. Adicione a farinha e o fermento e envolva 15 seg/ vel. 4
5. Unte uma forma com margarina e polvilhe-a com farinha. Coloque o preparado e leve ao forno cerca de 40 minutos.

12.6.15

Delícia de beterraba

Na semana passada comprei beterrabas já cozidas e andava à procura de receitas diferentes para as utilizar. Foi então que descobri esta receita no site Veggitable e hoje decidi experimentá-la. Como já estava adaptada à Bimby, foi muito rápida de fazer.


DELÍCIA DE BETERRABA


Ingredientes:
- 2 beterrabas
- 1 c. sopa linhaça dourada moída (não tinha por isso não usei)
- 3 c. sopa água
- 90g chocolate preto (substituí por chocolate de culinária)
- 200g farinha de trigo integral
- 1 c. chá fermento em pó
- 100g açúcar amarelo (ou outro adoçante)

Preparação:
1. Hidrate a linhaça colocando-a num recipiente com a água.
2. Coza as beterrabas e deixe-as arrefecer (comprei beterraba já cozida)
3. Coloque as beterrabas no copo e programe 10 seg/ vel. 5. Retire e reserve.
4. Coloque no copo o chocolate e pique-o carregando 3 a 5 vezes no botão do Turbo.
5. Adicione a farinha, o fermento e o açúcar e programe 15 seg/ vel. 4
6. Adicione o puré de beterraba e a linhaça hidratada e programe 15 seg/ vel. 4


7. Pré-aqueça o forno a 180º e forre um tabuleiro com papel vegetal.
8. Faça bolinhas e distribua-as sobre o papel vegetal (fiz com a ajuda de uma colher de gelado).



9. Coza no forno durante 15 a 20 minutos.
10. Retire e deixe arrefecer sobre uma grelha.




11.6.15

Arroz primavera com salsichas

ARROZ PRIMAVERA COM SALSICHAS
(Rende 4 doses)


Ingredientes:
- 2 dentes de alho
- 20g azeite
- 100g ervilhas congeladas
- 80g cenoura partida em cubos pequenos
- 800g água (TM5: 1000g água)
- 1 c. chá de sal
- 250g arroz agulha
- 250g salsichas de lata ou frasco cortadas às rodelas (pode substituir por salsichas vegetarianas)
- manteiga q.b.

Preparação:
1. Coloque no copo os dentes de alho e o azeite e pique 3 seg/ vel. 8
2. Adicione as ervilhas e a cenoura e refogue 5 min/ Varoma/ colher inversa/ vel. colher. Retire e reserve.
3. Coloque no copo a água e o sal. Introduza o cesto com o arroz e as salsichas e junte o refogado com as ervilhas e a cenoura. Envolva bem com a ajuda da espátula e cozinhe 20 min/ 100º/ vel. 4, mexendo a meio da cozedura.
4. No fim, retire para uma travessa e envolva com manteiga.

6.6.15

Índice de receitas - Revista Bimby nº 55 (06/2015)


ENTRADAS

• Creme de bacalhau
• Dip de tomate e queijo-creme
• Hummus de amêndoa
• Hummus de beterraba
• Hummus de tomate e feijão branco
• Mexilhões thai
• Taralli de tomate seco

SOPAS

• Ajo blanco
• Creme de espargos silvestres e curguete, queijo de Serpa e lagostim do rio
• Sopa marroquina de cenoura
• Vichyssoise com maçã verde

PRATOS DE PEIXE

• Caldeirada de peixe
• Camarão crocante com puré de brócolos e tomate
• Filetes de linguado enrolados
• Linguine de curgete com salmão fumado e pesto
• Massada de garoupa
• Polvo com molho de ervas
• Salada de grão, tomate e atum com vinagrete de coentros e lima
• Solha com maça e pimenta rosa
• Temakis de pasta de atum spicy

PRATOS DE CARNE

• Asas de frango com molho barbecue
• Frango árabe
• Pastéis de carne picada e beringela marinada
• Salada de frango com vinagreta de framboesa
• Salteado de porco com alperce e ameixa

BOLOS E SOBREMESAS

• Barras de amendoim
• Bolachas de caramelo salgado
• Bolo de iogurte e ameixa
• Castanhas de coco
• Gelado de chocolate branco
• Gelado de morango com crumble de noz pecan
• Gelados de três chocolates
• Mousse densa de chocolate
• Tortitas de fruta e gelatina de verão
• Panacotas de ameixa
• Quadrados de alperce e pistácio
• Salada de fruta picante com gelado de coco
• Sorbet de ameixa
• Summer pudding
• Tarte gelada de limão

BEBIDAS

• Lassie de pistácio e mel
• Tim-tam-tum
• Soda de morango
• Sumo antienvelhecimento

CRUDIVORISMO E COSMÉTICA

• Chamuças
• Chutney de hortelã
• Cake poos de morango com chocolate branco
• Smoothie de morango com espinafres

• Hidratação capilar com óleo de abacate
• Máscara facial indiana

SEM GLÚTEN

• Crepes sem glúten
• Noodles com legumes, camarão e molho de soja

5.6.15

Penne de atum com manjericão

Mais uma receita de massa, desta vez penne com atum e manjericão. Rende bastante e por isso, dependendo do agregado familiar, poderá ser uma boa ideia para um 2 em 1: fazer uma refeição e congelar uma segunda caixa a pensar naqueles dias em que não há tempo para cozinhar.


PENNE DE ATUM COM MANJERICÃO
(Rende 6 a 8 doses)


Ingredientes:
- 1500g de água
- sal q.b.
- 400g massa tipo penne
- 50g azeite
- 1 cebola média
- 20g de manjericão fresco
- 400g polpa de tomate
- 3 latas de atum
- 400g natas

Preparação:
1. Deite no copo a água, o sal e programe 10 min/ Varoma/ vel. 1
2. Introduza a massa e programe o tempo que vem indicado na embalagem. Coe a massa com a ajuda do cesto ou da Varoma e reserve-a na travessa de servir.
3. Coloque no copo o azeite e programe 3 min/ Varoma/ vel. 1
4. Junte o manjericão, a cebola e pique 5 seg/ vel. 5. A seguir refogue 3 min/ 100º/ vel.1
5. Adicione a polpa de tomate, o atum escorrido, o sal e programe 5 min/ Varoma/ colher inversa/ vel. colher
6. Adicione as natas e programe 3 min/ 90º/ colher inversa/ vel. colher
Envolva este molho na massa e sirva.


NOTAS DA FORMIGA:
- Se preferir, poderá substituir as natas por dois iogurtes naturais.

2.6.15

Feijoada Mexicana

Assim que vi esta receita no blog "Love with knives" soube imediatamente que tinha de experimentar. O único senão era o facto de ter de a adaptar primeiro à Bimby porque não me apetecia fazer pelo método tradicional. Mais um desafio superado!


FEIJOADA MEXICANA
(Rende 6 a 8 doses)


Ingredientes para o recheio:

- 30g de azeite
- 2 cebolas
- 4 dentes de alho 
- 1 pimento vermelho
- 6 tomates maduros s/ pele (ou 200g de polpa de tomate)
- 1 lata grande de feijão encarnado cozido
- 1 lata (ou frasco) de milho 
- 1 c. de chá de coentros em pó
- 1 c. de chá de cominhos em pó
- 10g molho de soja
- sal q.b. 

Ingredientes para a cobertura:
- 150g de farinha de milho
- 100g de farinha espelta ou outra (usei farinha de trigo integral)
- 2 c. de chá de fermento em pó 
- 1 c. de chá de sal
- 30g ou queijo ralado (ou levedura de cerveja se for vegan)
- 20g de azeite
- 400g de leite

Preparação do recheio:
1. Coloque no copo o azeite e aqueça 3 min/ Varoma/ vel. 1
2. Junte a cebola, o alho, o pimento e o tomate, pique 5 seg/ vel. 5 e refogue 7 min/ 100º/ vel. 1
3. Adicione os coentros, os cominhos o molho de soja, o milho e o feijão previamente escorrido e programe 10 min/ 100º/ colher inversa/ vel. colher. Retire para um pyrex.
Pré-aqueça o forno a 180º.


Preparação da cobertura:
4. Numa taça, misture as farinhas com o fermento.
5. Coloque no copo o leite, o azeite, o sal, a mistura das farinhas e o queijo e misture 15 seg/ vel. 3. Distribua sobre o recheio e leve ao forno cerca de 50 minutos. Depois de cozida fica a saber a uma broa de milho macia.


Gostei muito do contraste entre a cobertura e o recheio. É um prato muito equilibrado e saboroso que rende bastante (fiz uma travessa e congelei outro tabuleiro daqueles de take away preparado para ir ao forno).

Uma designer portuguesa, com certeza


Tinha este post guardado nos rascunhos e decidi trazê-lo "cá para fora" depois de ter lido esta crónica escrita também por uma designer. Apesar de nada ter a ver com culinária, bimbys ou alimentação saudável, foi desde que me tornei freelancer que arrisquei trabalhar na Vorwerk de forma a ter mais uma fonte de rendimento no fim do mês (ou a minha "almofadinha", como lhe prefiro chamar). E foi graças a isso que descobri a minha paixão pela cozinha e pela Bimby.

//

Em algum ponto do percurso estabeleceu-se que o trabalho dos designers não era para ser levado a sério. As propostas de emprego e os pedidos de trabalho são apenas dois dos pontos mais flagrantes da precariedade que afecta esta profissão. Estágios não remunerados e ilegais, concursos cujo prémio é a divulgação do nosso trabalho numa qualquer página de facebook (como se isso nos pusesse a comida na mesa e nos pagasse as contas), pedidos de propostas cuja única finalidade é o furto das mesmas. Claro que há sempre pessoas ingénuas que acreditam que ao colaborar com estas pessoas/empresas estão a fazer um investimento para o seu curriculum e que só assim conseguirão chegar ao tão ambicionado trabalho remunerado numa empresa "séria". Nada mais errado... Sempre que aceitam trabalhar de graça, estão a prejudicar alguém (quanto mais não seja a eles próprios).

É muito fácil enganar um designer porque no fundo nós vendemos ideias e conceitos. Muito mais fácil do que enganar uma empregada doméstica, um canalizador ou um electricista. Quando alguém contrata uma empregada ou a chama à experiência, o seu trabalho será logicamente remunerado, ainda que no fim do dia não pretenda continuar com ela. Será igualmente impensável que eu convoque cinco senhoras para me limparem a casa à experiência e queira pagar apenas à que limpou melhor. Se eu precisar de um canalizador, não vou poder deixá-lo a estagiar na minha casa-de-banho, reparando tudo o eu precisar a custo zero, apenas para aumentar o seu CV. Ou se eu chamar um electricista para vir a minha casa e ele me explicar qual vai ser a reparação, mesmo que eu não queira avançar (para depois fazer por conta própria), vou ter de pagar pelo menos a deslocação.

É lamentável que em Portugal este assunto se tenha tornado de tal forma banal ao ponto de ser considerado normal. E pior... Quem se indigna e divulga os casos de propostas desonestas, de repente também é visto como um "calimero" dos tempos modernos, porque como diz a sabedoria popular "só aceita quem quer".


Código de Ética Profissional do Designer Gráfico ADG Associação dos Designers Gráficos

Artigo 12º - O Designer Gráfico não deve, sozinho ou em concorrência, participar de projetos especulativos pelo qual só receberá o pagamento se o projeto vier a ser aprovado.

Fonte: aqui