11.5.15

A galinha da vizinha não é melhor que a minha


Uma das perguntas que me fazem com mais frequência é se eu uso realmente a Bimby. De certa forma, este blog surgiu também como resposta a essa pergunta, pois é um facto que 90% do que cozinho tem a sua ajuda. 

Tenho Bimby há 3 anos e desde então deixei de comprar vários produtos: bolos e outras sobremesas já feitas, lasanhas, comida congelada, quiches, vários tipos de massas, puré, molho béchamel... Se for a pensar, será uma lista bem grande! Comecei inclusivamente a gostar de algumas coisas que antes era impensável sequer cheirar (a que me marcou mais foi provavelmente o esparregado).

Digo muitas vezes esta frase em vários contextos e um deles é a alimentação: "Nós não sentimos falta daquilo que não conhecemos". Eu não sentia falta daquilo que não conhecia... Não conhecia os sumos, as compotas, os iogurtes, as bolachas e biscoitos, as massas, os purés... Tantas outras coisas que eu estava habituada a comprar e que por isso desconhecia que havia tanta diferença fazendo em casa. Mas há, e muita! Principalmente na qualidade e no sabor. Não comprava puré instantâneo desde que tenho Bimby e na semana passada, num dia de "S.O.S", comprei uma embalagem. Posso dizer-vos que me soube realmente mal!

Por isso mesmo recomendo a todas as pessoas que têm Bimby que a explorem ao máximo. Têm uma ferramenta incrível em casa que vos permite fazer não apenas as sopas e os bolos mas tudo o consomem no dia-a-dia e com uma qualidade incomparável. Se precisarem de ideias, espreitem o site do Mundo de Receitas Bimby e o Portal de Receitas da Bimby, onde se poderão registar de forma a tirarem ainda mais partido de toda a informação disponível online. A revista mensal Bimby Momentos de Partilha é também uma boa ajuda uma vez que contém várias receitas da época e outras temáticas, como é o caso do Carnaval, Páscoa ou Natal.

Sem comentários:

Enviar um comentário